DISCIPLINA

Urbanismo Contemporâneo – 2009.2

Profa. Paola Berenstein Jacques (PPG-AU/FAUFBA)

Profa. Thais B. Portela (colaboradora convidada/pós-doutoranda)

Apoio: Diego Mauro, Ícaro Vilaça, Carla Rocha, Juliana Ribeiro (bolsistas IC)

Disciplina PPG-AU/FAUFBA


2009.2 – turma Salvador – Segundas-feiras 15:00 às 18:00hs (PPG-AU/FAUFBA)

2009.2 – turma João Pessoa (DINTER) – de 16 a 20/11 (parte 1) e de 16 a 20/11 (parte 2)


Ementa

Principais abordagens e proposições urbanísticas a partir dos anos 1960, do final do Movimento Moderno em Arquitetura e Urbanismo, caracterizando suas lógicas sociais, funcionais e formais.


Objetivos

Desenvolver o processo de reflexão e pesquisa sobre as diferentes tendências do urbanismo contemporâneo, compreender o pensamento urbanístico através da análise de seus principais debates e embates teóricos e/ou projetuais nas últimas décadas. Cartografar a circulação das idéias urbanísticas através da percepção do “pensamento  em rede”, ou seja, o estudo da construção das redes intelectuais – técnicas, artísticas e políticas- do pensamento sobre a cidade. Buscar os principais “fluxos de resistência” das idéias consideradas hegemônicas.


Metodologia

Ao interrogar a história recente do urbanismo, buscaremos compreendê-lo através do estudo do debate teórico ou propostas de intervenção. Transversalmente, a intenção é a de problematizar o campo disciplinar propriamente dito (arquitetura e urbanismo), particularmente em termos dos processos de constituição do pensamento urbanístico e de intervenção sobre as cidades, bem como do papel atribuído a circulação geral de idéias (inclusive de fora do campo disciplinar e do que chamamos de “resistências”) nesses processos. Buscar-se-á subsidiar novas perspectivas de análise e incentivar novos recortes temáticos no movimento de revisão historiográfica em torno da reflexão sobre o urbanismo enquanto campo disciplinar e prática profissional. A proposta é de trabalhar em colaboração direta com o grupo de pesquisa “Urbanismo Contemporâneo” (PPG-AU/DGP-CNPq –  que elabora o site da Cronologia do Pensamento Urbanístico.


Organização das sessões

As sessões buscarão recompor os principais DEBATES que construíram o pensamento urbanístico atual (teóricos e práticos, de dentro e de fora do campo disciplinar, de dentro e fora do país), suas principais “resistências” e, para tal, após uma contextualização do período – da circulação de idéias – pelos docentes, cada sessão de debates será composta de debates entre os estudantes sobre os textos lidos (a leitura é obrigatória, a avaliação será feita a partir da participação nos debates sobre os textos a cada sessão). O curso será dividido em duas partes principais sendo que cada parte ficará a cargo de uma das professoras, uma bibliografia básica, de leitura obrigatória, e uma bibliografia complementar será sugerida para subsidiar os debates, esta ainda poderá ser complementada pelos estudantes em função do tema de cada debate.

Parte 1 – Debate de idéias urbanísticas nos últimos 50 anos (1950/2000)

Parte 2 – Resistências ao Pensamento Urbanístico Hegemônico


Avaliação

A avaliação será feita através do desempenho e da consistência das contribuições apresentadas às sessões da disciplina, assim como da qualidade do (s) verbete (s) final apresentado (que serão publicados na Cronologia do Pensamento Urbanístico). Os verbetes, que deverão ser desenvolvidos individualmente (alunos regulares), serão definidos com orientação docente, e contará com a ajuda (para inserção no site) da equipe de apoio técnico (bolsistas de IC).