Doutorado

Antologia dos silêncios: experiências críticas e alternativas na historiografia da arquitetura e do urbanismo (1950-2000)

Ícaro Vilaça Nunesmaia Cerqueira

Resumo

Pretendemos, num esforço de caráter historiográfico, construir uma antologia dos silêncios a respeito de experiências críticas e alternativas propostas ou realizadas no Brasil e no exterior desde o final da década de 50 – quando a crítica antimoderna ganha repercussão internacional – até o fim do séc. XX. Para tanto, não faremos distinção entre proposições críticas ou teóricas daquelas efetivamente realizadas, de forma a construir um trabalho de referência a respeito do debate sobre modos de fazer alternativos no campo da arquitetura e do urbanismo.

Este interesse não visa a construção de um mero elogio da participação, mas o aprofundamento do debate em relação aos modos de fazer do arquiteto-urbanista. Entendendo a arquitetura e o urbanismo como campos de forças onde hegemonias e contra-hegemonias estão em permanente tensão, buscaremos tratar a contribuição historiográfica que se pretende realizar como um dispositivo que atue contra o “pensamento único” que segue pautando a produção de arquiteturas e cidades a partir de pressupostos neoliberais.

Palavras-chave: Silêncios. Experiências Críticas e Alternativas. Historiografia. Arquitetura Moderna. Manuais.

Orientador

Paola Berenstein Jacques

Período

2018-atual

Estágio do trabalho

Pesquisa em andamento