Mestrado

Cidade e escatologia no Paranoia de Roberto Piva e Wesley Duke Lee

Cícero Menezes da Silva

2016

O presente trabalho parte de uma investigação do campo literário e do campo fotográfico para, assim, abordar a questão urbana, compreender a cidade e tensionar o campo urbanístico. Entendemos aqui a literatura enquanto corpus, conforme nos propôs Jean-Luc Nancy, como ainda, para além da concernente proposição, também a fotografia; ambas, portanto, aqui entendidas enquanto impulsos excremenciais de corpos autorais, isto é, excreções corpóreas que se encontram apartadas de corpos carnais. Nossa questão principal é como tematizar, a partir tanto do campo literário quanto do campo fotográfico, o enfrentamento implicado por corpos autorais frente à produtividade urbana e, consequentemente, à funcionalidade urbanística. Quanto a isso, a primeira atitude que tomamos foi expandir a noção de corpus por meio do conceito de incrustações citadinas, o qual, aqui será postulado enquanto crostas topológicas de cidade desprendidas de corpos autorais já excremencializados, ou seja, já propriamente constituídos enquanto corpus. Sob tal entendimento, a proposta deste trabalho consiste em analisar, mais detidamente, o conteúdo textual concebido por Roberto Piva e o conteúdo imagético levado a cabo por Wesley Duke Lee; ambos reunidos no livro Paranoia. Através desses empreendimentos então consubstanciados em um só corpus, tal análise buscará, sobretudo, verificar como se dá a tensão entre as incrustações citadinas paulistanas, nele engranzadas, e as forças coetâneas de homogeneização da cidade de São Paulo, por ambos os autores perscrutada. A partir daí a temática do trabalho será então complexificada pela identificação, nestas incrustações citadinas, de uma topológica cidade absolutamente escatológica e, portanto, diretamente conflitante às sedimentações urbanas e urbanísticas em preeminência. Abordar tais incrustações citadinas, transversalmente à homogeneização aqui enunciada, ademais, significaria dispor uma tensão a tudo que se pretende ou pretendeu não apenas sedimentado, mas também constituído nos espaços públicos paulistanos.


Palavras-chave: Urbanismo. Literatura. Fotografia. Corpus. Incrustações citadinas. Escatologia.


Orientador

Washington Luis Lima Drummond


Baixe aqui