Mestrado

Salvador em Festa de Iemanjá: análises do papel da festa no planejamento estratégico

Amine Portugal Barbuda

2015

Em linhas gerais, esse projeto consiste numa abordagem da utilização midiática da Festa de Iemanjá de Salvador, no planejamento urbano da cidade, com o intuito de refletir sobre a relação entre festa e planejamento estratégico. A construção do projeto se dá pela análise de um trabalho de etnografia em campo nas festas de Iemanjá de 2014 e 2015, no qual as ambiências sócio-espaciais predominantes foram desdobradas em categorias de análise para a construção metodológica e bibliográfica da pesquisa. As categorias de análise – alteridade, transcendência e êxtase – foram guias para a investigação, ampliando o nosso estudo das festividades através de abordagens em diversos campos de conhecimento, entendendo um personagem conceitual, o Dioniso, como uma base inventiva para desdobramentos particulares em cada festa.


Palavras-chave: Planejamento estratégico. Festividade. Dioniso. Iemanjá. Rio Vermelho. Lina Bo Bardi. Edgard Santos. EPUCS. Candomblé. Cultura de matriz Africana. Urbanismo. Festa. Alteridade. Êxtase. Transcendência. Alegorias.


Orientadora

Paola Berenstein Jacques


Baixe aqui