Artigo

O Cinema Ventríloquo de “UPP: a pacificação das favelas”

Eduardo Rocha Lima, Henrique Codato e Simone Sobral Sampaio

Revista ECO-Pós, v. 14, n. 1

Este ensaio é fruto da observação do filme “UPPs: a pacificação das favelas” e tem como principal objetivo levantar algumas reflexões acerca de um cinema “ventríloquo”, que tem como efeito naturalizar e normalizar o discurso do controle e do policiamento em nome da segurança e da garantia de “proteção” da população moradora desses espaços, provocando, como consequência, o apagamento do conflito e da diferença. Filmado por quatro jovens moradores da favela e produzido por Cacá Diegues, o filme foi apresentado em “avantpremière” no 13º Festival do Cinema Brasileiro em Paris e propõe-se a discutir, sob diversos aspectos, a instauração de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas favelas do Rio de Janeiro.


ISSN: 21758689


ARTIGO COMPLETO

Acesse aqui