Artigo

Pierre Verger, do heroísmo ao espetáculo

Washington Luis Lima Drummond

Anais do I ENANPARQ, Rio de Janeiro, 2010

Este trabalho procura aplicar uma teoria da história que possibilite a utilização da fotografia como documento para a história do urbanismo, priorizando rupturas e emergências em detrimento do estudo das origens e continuidades. Desse modo, analisamos, através do conceito de dispositivo cenográfico, os livros Retratos da Bahia (1980) e Centro Histórico de Salvador (1989) elaborados com imagens do fotógrafo francês Pierre Verger, produzidas entre os anos de 1946 e 1952. Dividimos o estudo do dispositivo cenográfico em duas cenas-emergências: a primeira, quando de sua aparição, entre os anos 40/50, e a segunda, quando da sua inserção no dispositivo espetacular, a partir dos anos 70.


ARTIGO COMPLETO

Baixe aqui